Tão ou mais importante que a intervenção é a prevenção! Neste sentido, seguem-se algumas dicas fundamentais para se fazer uma boa manutenção da nossa Saúde Mental. Estas dicas funcionam como prevenção e estão direccionadas a quem já disfrute de boa saúde mental.

1.      Reveja a sua escala de prioridades: Afinal o que é mais importante: estar com as pessoas de quem gosta ou a fazer uma actividade que lhe dá imenso prazer ou passar o fim-de-semana irritada (o) com algo que não fez na sexta-feira e que pode fazer, sem prejuízo, na segunda-feira?

2.      Seja mais assertiva (o): Adopte uma postura assertiva perante os possíveis conflitos que possa ter. Além de reforçar a sua auto-estima, irá certamente aproximar mais as pessoas de si.

3.      Expresse emoções: Permita-se sentir e verbalizar emoções. Não atropele sentimentos e não reprima as suas emoções. Sabia que a ira e a agressividade diminuem de tamanho dentro de nós quando as expressamos através do bom uso da palavra (Ex: “Sinto-me irritado porque…”).

4.      Aprecie os bons momentos: Foque-se e esteja de “corpo e alma” num momento que lhe pode dar prazer. Por outras palavras: Sinta e viva os momentos. É importante ter momentos dedicados unicamente e exclusivamente a si. E, claro, momentos com os outros! Permita-se simplesmente, estar e apreciar.

5.      Sinta-se bem na sua companhia: Sente-se bem quando está sozinha (o)? Faça o teste. É um excelente indicador de boa saúde mental!

6.      Conviva, socialize e elogie os outros: Tire partido da sensação de elogiar os outros. Ser capaz de o fazer é uma virtude!

7.      Postura optimista: Se nada indica que algo possa correr mal, porquê insistir? Optimismo é mais do que meio caminho andado até ao sucesso!

8.      Resolva os problemas um a um: Se estiver insegura (o), saiba que é legítimo pensar antes de decidir alguma coisa. E não é de todo errado voltar atrás se viu que errou.

9.      Diminua experiências que lhe causem stress: Há experiências pelas quais não temos necessariamente de passar para saber o seu resultado. Poupe-se a experiências que por si só, são geradoras de stress e ansiedade.

10.  Sono de qualidade: Identifique o número de horas que necessita dormir para se sentir bem e não abdique delas. Lembre-se que menos de 6 horas por noite num adulto podem provocar alterações variadas a médio-longo prazo. Insónias ou hipersónias (dormir em excesso) são alterações de sono que devem ser analisadas.

11.  Pratique exercício físico e tenha uma alimentação cuidada: Costuma-se dizer ”Mente sã em corpo são”.

12.  Colocar estas dicas em prática!

As dicas acima descritas, como já foi referido, apenas fazem sentido para quem se sente bem. Lembre-se que alguém que tenha o humor deprimido, dificilmente conseguirá realizar com sucesso estas dicas.

A prevenção é, sempre que possível, o caminho certo!

Cuide de si, valorize a sua Saúde Mental!

Sofia Soares Pereira

Psicóloga Clínica e da Saúde

www.sofiasoarespereira.com

http://www.facebook.com/SofiaSoaresPereira

COMPARTILHAR
Artigo anteriorHábitos Saudáveis Para Ensinar aos Seus Filhos
Próximo artigo5 Formas Para Parecer Mais Jovem

6 COMENTÁRIOS

  1. […] Primeira publicação: /12-dicas-para-nao-descuidar-da-sua-saude-mental […]

  2. Maria Rodrigues

    Obrigada pelos bons conselhos.
    Falando sobre insónias; estou em pleno período de menopausa e já se pronlonga demais no tempo, na impossibilidade de tomar compensações hormonais sofro demasiado c/afrontamentos facto q me tira alguma qualidade de vida, são raras as noites q consigo dormir algumas horas seguidas pelos afrontamentos, alterando constantemente as várias fases de sono, provocando insónias frequentes. Seria possível postarem aqui alguns bons conselhos? possibilidade de noites mais serenas… Fico muito grata se considerarem este m/pedido p/o bem de mtas mulheres nesta fase da vida.

    • Colaboradores

      @Maria Rodrigues,

      Tentaremos assim que possível criar algunm conteúdo nesse intuito.

      Obrigado.

  3. Maria João

    Maria Rodrigues, o que resultou comigo: chama-se optifemme, compra-se na ervanária. Ou então peça isoflavonas de soja que foi o que uma amiga me aconselhou mas o sr. da ervanária recomendou-me o optifemme e realmente teve razão. Só tomei uma caixa e todos esses sintomas desapareceram num mês. Não estou a tentar vender o produto…acreditem!
    Cumprimentos.
    Maria João

  4. Maggie Azevedo Godinho

    o pior é quando já não está tão saudável assim!!

  5. Eugénia Santos

    Nem sempre se consegue pôr em prática a teoria…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here